Primeiramente, ao conduzir, devemos entender aquilo que as placas de trânsito determinam em cada situação.

Pois, ao conduzir um veículo, assumimos a responsabilidade de colaborar com a segurança de todos os envolvidos.

Decerto, o cuidado no trânsito é fundamental a fim de garantir a segurança de todos.

No sentido de manter o trânsito seguro e viável, as placas de trânsito atuam como elementos simbólicos nos quais podem determinar fundamentos legais.

Apesar de parecerem simples acessórios nas ruas, vias sem placas seriam perigosas e difíceis de decifrar.

Dessa forma, sem as placas de trânsito tornaria a utilização ordenada das vias quase que impossível.

Por isso, caso esteja pensando em tirar sua habilitação, este texto é destinado a você.

Mas, se já for habilitado, esta leitura é fundamental, pois trouxemos as principais informações sobre as sinalizações de trânsito, reforçando os seus conhecimentos.

Afinal, podemos esquecer o significado de cada placa, a importância e as penalidades sofridas, caso sejam desobedecidas.

Portanto, acompanhe o artigo no qual preparamos de modo a te informar sobre as placas de trânsito!

Saiba como tirar a sua Primeira habilitação?

O que são as placas de trânsito?

As placas de trânsito são itens utilizados como recursos normativos nas vias. Através delas é possível ordenar e dirigir o trânsito de todos os tipos de veículos e pedestres, de acordo com o CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

Sinalização de trânsito

A sinalização de trânsito é um conjunto de elementos responsáveis pela comunicação nas vias. Portanto, é algo indispensável a fim de trafegar seguro e informado. Esses elementos nos quais compõem a sinalização podem ser sinais em modelo de:

  • Placas de trânsito;
  • Luminosos;
  • Horizontais;
  • Verticais;
  • Dispositivos de sinalização auxiliar;
  • Sonoro;
  • Até mesmo gestos do condutor ou do agente de trânsito.

A importância das placas de trânsito

placas de trânsito

Existem muitos tipos de sinais no trânsito, porém as placas carregam a maior parte deles. Sua importância está, sobretudo, em manter a segurança de qualquer tipo de fluxo. Porém, a função das placas pode variar dependendo da sua finalidade.

Regulamentação: usadas para indicar limitações, obrigações ou proibições, sendo vermelhas de fundo branco. Elas são punitivas e passíveis de multa ao desobedecer.

Sinalização de obras: informam a respeito de obras na via ou próximas a ela, geralmente tem o fundo alaranjado e formato retangular ou quadrado na diagonal.

Advertência: avisa possíveis perigos, como estreitamento, lombar ou passagem de animais. Tem o formato quadrado colocados na diagonal e não é punitiva.

Indicação: tem o fundo verde ou azul, geralmente retangulares. As de fundo verde orientam sobre o destino, exibindo a distância em km e as azuis identificam o local.

Educativa: tem o propósito de educar lembrando o comportamento adequado no trânsito, tem o formato retangular e fundo branco.

Turística: orienta as atrações turísticas do local, podendo constar nomes, km de distância e símbolos. São retangulares e tem fundo marrom e letras brancas.

Auxiliares: indicam locais próximos onde serviços estão disponibilizados, como restaurantes, telefones, postos e hospitais.

As placas auxiliares têm o formato retangular, fundo branco e contém os símbolos dos serviços.

Sinais verticais

As placas colocadas nas vias em posição vertical por isso, ficaram conhecidas também como sinais verticais.

Sinais horizontais

Esse tipo de sinal pode ser uma marcação, legenda, símbolos colocados ou pintados nos pavimentos das ruas. Os sinais horizontais complementam os sinais verticais, controlando o fluxo de veículos e pedestres. Exemplos disso é a faixa de pedestre e a faixa amarela contínua, que divide as pistas.

Sinais luminosos

Mais conhecido como semáforo, ele é um dos principais sinais de trânsito, podendo ser de sinalização ou de advertência. Os semáforos de sinalização têm o objetivo de controlar o trânsito em seções de via ou cruzamento, alternando a passagem de pedestres e veículos. Enquanto os que controlam o tráfego dos veículos possuem as cores vermelho, amarelo e verde. Entretanto, os que controlam o fluxo de pessoas têm apenas as cores vermelho e verde. Já os semáforos de advertência alertam sobre situações de risco ou obstáculos, assim, o condutor pode reduzir e adotar medidas de prevenção.

Dispositivos auxiliares

Os dispositivos auxiliares são elementos utilizados na sinalização onde tem funções diversas. Eles podem ser aplicados nos pavimentos das vias ou em obstáculos próximos. Podem indicar a necessidade de reduzir a velocidade ou oferecer proteção aos usuários. Ainda têm a função de alertar os motoristas e pedestres a respeito de situações perigosas nas quais exigem atenção maior ao transitar. Alguns exemplos são os cones, cavaletes, placas de alerta, entre outros.

Quais as multas por não respeitar as placas de trânsito?

As sinalizações, onde possuem caráter punitivo, obrigam o pagamento de multas quando não respeitadas. Os valores dessas punições vão depender do tipo de sinal desrespeitado. Veja as sinalizações onde, quando desrespeitadas, geram multas:

  • Estacionar em locais onde tem a placa de “Proibido Estacionar”;
  • Avançar o sinal do semáforo;
  • Avançar o sinal de parada obrigatória;
  • Transitar pela contramão em vias sinalizadas de sentido único;
  • Estacionar em cima da faixa de pedestre;
  • Não dar preferência ao pedestre nas faixas destinadas;
  • Não dar preferência nas faixas sinalizadas com placas;
  • Estacionar em desacordo com as placas de sinalização do local.

Sendo assim, muitas são as sinalizações no trânsito. Grande parte delas constituídas de placas, podendo determinar diversos sentidos. Portanto, é preciso sempre estar atento à mensagem na qual as placas de trânsito transmitem. Principalmente, se tratando das placas de trânsito onde possuem métodos punitivos ao serem desrespeitadas.

A fim de obter mais informações, pode-se acessar o site do Detran RJ e obter mais detalhes sobre o assunto. Ademais, a preocupação ao conduzir deve ir além das cautelas com multas, pois os danos a vida são muito mais significativos em relação a qualquer valor cobrado. Dessa maneira, respeite todas as sinalizações, mesmo aquelas nas quais não incidem multas. Assim, você estará contribuindo para um tráfego mais seguro. Gostou desse texto? Então continue acompanhando nossas publicações.

Simulado Detran RJ – Faça uma revisão rápida!